Forum Mundo Verde
Bem-vindo(a) ao fórum! ஃ Forum para amantes da Natureza, pagãos, wiccans e curiosos ஃ Participa! ☺️


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ritual de homenagem e vinculação aos antigos deuses lusitanos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Ritual de homenagem e vinculação aos antigos deuses lusitanos, para realizar na noite do primeiro de Novembro.


- Subir a um monte, com um recipiente contendo vinho e, se possível, levando figos também;

- Saudar os Deuses e os Ancestrais, ao mesmo tempo elevar o recipiente acima da cabeça e derramar um pouco de vinho;

- Lançar depois pedras - a cada arremesso, nomear um Deus, e, de seguida beber um gole em Sua honra. E assim sucessivamente, para cada Divindade.

Este ritual é apenas uma reconstrução baseada no ritual popular realizado em Longroiva (ou Meda; Longroiva parece estar situada nas proximidades do local onde outrora existiu o castro de Longóbriga) no dia 31 de Outubro, véspera de Todos os Santos, a versão cristianizada do Samain. Os jovens subiam ao Morro da Faia, encosta íngreme, levando consigo figos e uma cabaça de vinho ou de aguardente e lá de cima lançavam pedras, evocando um santo a cada lançamento e bebendo um trago de vinho em sua honra.

Estas pedras podem bem ser resquícios das cabeças de gado que outrora eram sacrificadas pelos Celtas em grandes hecatombes, pois esta era a altura de abater todas as reses que não fossem necessárias à criação.
No sopé desse monte, observam-se vestígios de uma edificação que poderia ter sido um santuário romano, a qual poderia por sua vez prolongar um culto indígena.

Na Escócia, há um ritual parecidíssimo que inclui figos e vinho. Quanto ao vinho e aos figos utilizados em celebração eventualmente análoga escocesa nesta data, parece uma coincidência grande demais com o ritual acima descrito para que não exista uma ligação pagã porventura bastante arcaica.


_________________
http://lusitaniaecastrum.blogspot.pt - Povos ancestrais pré-romanos que ocuparam o território hoje português. As suas origens e os seus costumes. Herois, mitos e lendas. Leituras, poemas e contos. Paganismo e neo-paganismo. Politeísmo, xamanismo, panteísmo e animismo.
Um país, uma nação, um povo sem conhecimento, saliência do seu passado histórico, origem e cultura, é como uma árvore sem raízes. Estéril e incapaz de dar frutos.
Ver perfil do usuário http://lusitaniaecastrum.blogspot.pt/

Aredhel

avatar
Admin
Admin
Olá Nantumaurus!! Não é preciso apagar e está completamente à vontade!! E obrigada pela partilha do ritual e não me falem em Escócia e figos que me dá logo fome!! (ctblk92)

Ver perfil do usuário
Olá Nantumaurus não conhecia de todo este ritual por isso obrigado pela partilha. Apenas me causou um pouco de estranhesa ser um ritual Lusitano em que se utiliza figos em Novembro!

Digo isto porque este ano tive um grande conhecimento de figos (676778) , é que foi um dos meus desejos de grávida e estava habituada em Portugal começar a haver figos em Junho mais ou menos, mas nesta terra não havia meio de encontrar figos, só mesmo em Setembro é que eles começaram a haver e ainda meio verdes, pelo que no inicio de Novembro ainda existiam. Como referis-te pode ter ligação com um ritual Escocês e ai sim faz todo o sentido, porque realmente aqui (em Londres) ainda há figos nessa altura, mas em Portugal não é usual.


_________________
http://unicorniodadeusa.blogspot.co.uk/
Sê a mudança que queres ver no mundo!
Ver perfil do usuário http://unicorniodadeusa.blogspot.co.uk/
Como estavam numa de rituais achei interessante em parilhar este, pois remota às nossas origens e é engraçado que tenha sobrevivido durante milhares de anos entre o povo, que embora tenha aderido ao cristianismo o manteve praticamente inálterado. Quanto à questão dos figos, esta é uma prática do centro do país, não sei até que ponto haverá figos em Novembro, mas é provavél que embora a fonte de que retirei o texto não mencione, que estes sejam secos, pois os nossos ancestrais muito mais do que nós tinham a prática de conservar alimentos em abundância para a estação invernosa. Certamente que os figos deviam ser um deles, até porque estes vinham da região do algarve, conjuntamente com o esparto que era usado para a confeição de cestos e escudos, logo é provável que os figos a que tinham acesso por trocas comerciais viessem secos e não frescos.
Interessante a questão que levantáste Sailor, obrigado Kyoko!


_________________
http://lusitaniaecastrum.blogspot.pt - Povos ancestrais pré-romanos que ocuparam o território hoje português. As suas origens e os seus costumes. Herois, mitos e lendas. Leituras, poemas e contos. Paganismo e neo-paganismo. Politeísmo, xamanismo, panteísmo e animismo.
Um país, uma nação, um povo sem conhecimento, saliência do seu passado histórico, origem e cultura, é como uma árvore sem raízes. Estéril e incapaz de dar frutos.
Ver perfil do usuário http://lusitaniaecastrum.blogspot.pt/
É muito interessante Nantumaurus, sem dúvida! Obrigada pela tua partilha. Também me surpreendo sempre que estes rituais permaneçam apesar da forte presença católica no nosso país.

Em relação aos figos acho que tens razão, deve ser mesmo figos secos. Apenas me lembrei porque passei um tormento tremendo este ano à custa disso (oldperv87)


_________________
http://unicorniodadeusa.blogspot.co.uk/
Sê a mudança que queres ver no mundo!
Ver perfil do usuário http://unicorniodadeusa.blogspot.co.uk/

Aredhel

avatar
Admin
Admin
Poderão ser figos secos? Ou poderá dar figos secos? À milhares de anos que se usam figos secos para preserva-los durante mais tempo.

E sailor, o teu baby tem bom gosto!!! (jhjhjjk)

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum